Notícias

« Voltar

Governo e entidades do transporte alternativo tratam sobre mudanças na BR-316

22.09.2020

A mudança da parada de passageiros de transporte urbano no KM-01 é necessária para o avanço das obras de requalificação da rodovia

Representantes do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM), da Agência de Regulação e Controle de Serviços (Arcon) e Departamento de Trânsito (Detran) se reuniram na manhã desta segunda-feira (21), na sede da Arcon, em Belém, com membros de entidades do transporte alternativo intermunicipal. O objetivo foi tratar sobre mudanças que ocorrerão na Rodovia BR-316 devido ao avanço das obras de requalificação da via executadas pelo Governo do Pará, por meio do NGTM.

Representantes do governo do Estado explicaram os motivos da mudança na rodovia.

A alteração que afeta de imediato a categoria, assim como os demais veículos de transporte urbano, é a realocação da parada de ônibus em frente ao Shopping Castanheira, na altura do KM-01, sentido Belém-Ananindeua. No trecho, o fluxo de usuários do transporte alternativo é intenso, daí a necessidade de dialogar com representantes da categoria para que haja compreensão e parceria para minimizar os transtornos. O novo destino da parada de ônibus será em frente à Galeria BR, onde já funciona um ponto de ônibus.

Diretor de obras do NGTM, Alberto Matta explicou a necessidade da mudança. “Vamos começar a construir, no canteiro central, a estação de passageiros número 1, localizada antes do Pórtico. Naquele trecho, também vamos precisar mexer na calçada para a construção da passarela que dará acesso à estação, para os usuários do sistema BRT Metropolitano. Esses serviços precisam iniciar imediatamente e, para a segurança de todos, tanto pedestres como motoristas, essas mudanças de paradas são necessárias nos locais onde estarão em obras”, informou Alberto Matta.

Durante a reunião convocada pela Arcon, os representantes do Executivo estadual também receberam sugestões e demandas da categoria sobre o assunto. Diálogos com diversos segmentos que dependem da BR-316, como o transporte público, são mantidos pelo NGTM para comunicar e minimizar os impactos das obras no dia a dia da população.

De acordo com Ivan Bernardo, diretor de Fiscalização da Arcon, no trecho da intervenção não será permitido o acesso de usuários do transporte intermunicipal, assim como dos veículos, por questões de segurança e viabilidade das obras. “Essas paradas que ocorrem hoje serão desativadas. Os veículos regulados pela Agência e os veículos interurbanos não poderão mais parar ali”, afirmou. Segundo ele, ainda nesta semana equipes de fiscalização da Arcon atuarão de forma educativa, orientando condutores e usuários sobre a mudança. “Com essa reunião, todos ficam avisados que não teremos mais essa parada. Ainda assim, na sexta-feira (25) estaremos com pessoas no local. A princípio, será uma ação educativa, sem aplicação de multas”, reforçou o diretor da Arcon.

Compromisso – Para Jorge Arouck, presidente do Sindicato dos Proprietários de Vans e Micro-ônibus do Estado do Pará (Sinprovan), a reunião foi muito importante para o trabalho dos motoristas. “Sabemos que um dia isso iria acontecer em função das obras na BR. O que for melhor para o governo do Estado, e para o transporte alternativo, com certeza vamos ajudar”, garantiu.

Roberto Lima, da Associação do Transporte Alternativo de Capanema, ressaltou a atitude do governo em chamar a categoria para o diálogo. “Estou muito orgulhoso da direção da Arcon porque nunca vi sermos tão respeitados como estamos sendo. Essa ação do governo do Estado com a gente é muito boa, e também estamos dispostos a contribuir sempre para um futuro melhor”, disse Roberto Lima.

Representantes do NGTM, Arcon, Detran e da empresa responsável pelas obras já vistoriaram o local da parada na BR-316.

Ainda durante a manhã, representantes do NGTM, Arcon, Detran e da empresa responsável pelas obras foram à rodovia checar as condições do novo destino da parada de ônibus em frente à Galeria BR. Ali também serão instalados três abrigos para usuários do transporte público. Uma campanha de comunicação será realizada ao longo desta semana com o público na área, e também com os responsáveis pelo transporte urbano.

Fonte: Agência Pará

Por Michelle Daniel (NGTM)

« Voltar